Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, French, Italian



Histórico:

- 01/08/2008 a 31/08/2008
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/09/2007 a 30/09/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004
- 01/04/2004 a 30/04/2004
- 01/03/2004 a 31/03/2004
- 01/02/2004 a 29/02/2004
- 01/01/2004 a 31/01/2004



Outros sites:

- Agreste
- LINteratura
- Espelhos
- maricell
- plannet 2000
- Jane
- Miriam
- Cinzazul
- Nel Meirelles
- Loba Mulher
- Pontogê
- Elise
- Sandrinha
- espelho da alma
- Amita
- Regis
- Anne
- José Rosa
- Maria
- Jeannete Ruaro
- miguxinha
- Mario Cezar
- Nano Costa
- Tânia Barros
- Interlóquio - Marcos
- Taninha
- Nonato
- Dora
- Anne Marie
- Carla
- Bené Chaves
- Francisco Sobreira
- Jota Efe Esse
- Dri do Antonio
- Antonio da Dri
- Barbant
- Voz das Beiras


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Créditos



 

COMUNHÃO

 

 

Entra, meu pai! Entra na casa e no coração.

 

O café está fresquinho, pega aqui na minha mão

 

Vamos ver também as flores que se abriram

 

Neste meio de estação. Você conhece o caminho:

 

É lá onde se ouve melhor o canto dos passarinhos

 

Lá onde o sol nesta hora brinca de esconde-esconde

 

Entre nuvens coloridas demarcando o horizonte

 

 

Entra, pai, você conhece o caminho da casa e do coração

 

Bebe o café comigo e me dê a sua mão

 

Tem tanta coisa bonita pra eu contar pra você

 

Tem também coisas doídas que você deve saber

 

Mas você, que me deu a vida, e me conhece de cor,

 

Sabe que a vida é escola pra alma crescer melhor

 

E acompanha meus passos quando caminho só.

 

 

Me abraça, meu pai, e juntos vamos cantar

 

Todas as cores do mundo, pra espantar dissabores

 

Depois me conta uma história, quem sabe de fada,

 

Pois hoje me sinto criança um pouco só e cansada

 

Mas em seus braços, de novo, refeita em cores e tons,

 

Adormeço entre as estrelas, em paz com as emoções,

 

E agradeço, pai, a visita, o abraço, a paz e a vida.

 

 

 

(Neusa Zanirato / 17 de novembro de 2007)

 

 

 

 



- Postado por: Neusa às 21:36:33
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________